Top7ranking: Cientistas loucos que a escola não te contou que existiram

Cientistas loucos que a escola não te contou que existiram



É inegável a importância da Ciência em nosso cotidiano: ela tem sido a roda propulsora das transformações tecnológicas em nossa sociedade. Particularmente, em relação à concepção de novos medicamentos e tratamentos, são necessários vários anos de estudos e testes, tanto em animais quanto em humanos.

É neste ponto que, muitas vezes, a Ciência tem sua história manchada por pesquisadores que não enxergavam limites para provar o seu ponto de vista.

Confira 7 cientistas que fizeram experimentos loucos e a escola nunca te contou:

7° Acasalamento dos perus



Para descobrir como os perus se comportam durante o acasalamento, biólogos Martin Schein e Edgar Hale, da Universidade Estadual da Pensilvânia, Estados Unidos, fizeram um modelo artificial de um peru fêmea. Observando que os machos tentavam acasalar normalmente, eles começaram a retirar partes do modelo, a fim de descobrir o que era mais atrativo para eles. Por fim, os pesquisadores concluíram que a cabeça da fêmea é o que atrai o macho.

6° O espetáculo da ressurreição



O físico Giovanni Aldini, neto de Luigi Galvani, o homem que inventou a galvanização, viajava pelo mundo com o seu “Circo da Ciência”. Como parte do seu show, ele eletrocutava carcaças de animais, e as pessoas podiam jurar que ele estava trazendo os seres de volta à vida.

Em 1803, Aldini recebeu o corpo de um criminoso que havia sido enforcado e, durante o espetáculo, o cadáver começou a ter convulsões, seus olhos e bocas se abriram e o físico ganhou ainda mais fama pela Europa.


5° A energia do sexo


Caixa para coletar “orgone”.


Cena do filme “Barbarella”.

O cientista Wilhelm Reich acreditava que o sexo gerava uma energia mágica, que ele chamava de "orgone". Seu estudo baseava-se na crença de que a respiração durante o ato sexual harmonizava o corpo e normalizava o fluxo de trocas com o meio.

Assim, ele construiu caixas de metal para coletar “orgone” e afirmou que tal energia poderia curar o câncer. No filme “Barbarella”, o personagem Dr. Durand Durand, que submete Jane Fonda ao “Orgasmatron”, seria inspirado em Wilhelm.


4° Cachorros não têm alma



O cientista Duncan MacDougall fez um experimento que consistia em pesar as pessoas durante a vida e logo após a morte para, assim, determinar o peso da alma. Duncan chegou então à medida de 21 gramas.

Depois, ele tentou realizar o mesmo experimento em cães, mas observou que eles não perderam peso ao morrerem. Assim, concluiu que cães não têm alma.


3° O cão de duas cabeças



O cientista Charles Claude Guthrie fez um cão de duas cabeças, costurando o crânio de um sobre o pescoço do outro animal.

2° O controlador de mentes



O psicólogo José Delgado instalou receptores nos cérebros de animais e humanos para testar o controle da mente, conseguindo usar um transmissor sem fio para alterar o comportamento e o estado emocional do paciente.

1° A mudança de sexo feita em um bebê



Após um grave erro em uma cirurgia de circuncisão ter removido completamente o pênis de um bebê, o psicólogo John Money ficou empolgado em usar o caso para provar que o gênero pode ser ensinado.

O menino, David Reimer, tinha um irmão gêmeo idêntico, mas fez uma cirurgia de mudança de sexo e passou toda a infância sendo criado com uma menina. O experimento deu errado e, em 2004, David se suicidou.


Fonte: Mega Curioso
Fotos: Divulgações
Página anterior Próxima página