Top7ranking: Os menores países do mundo

Os menores países do mundo



Nesta seleção estão destacados os 7 menores países do mundo. E como diz o ditado popular, tamanho não é documento, em relação aos pequenos países, já que o segmento turístico oferece os grandes atrativos nestes territórios reduzidos. E parte considerável das micronações é determinada a importar recursos básicos, porém mantém o diferencial com turismo.
Outra vantagem, pode ser a concentração de um regime de cultura e politica único, como o Vaticano, San Marino e Mônaco.

Confira a lista dos 7 menores países do mundo:

7° Ilhas Marshall - 181 km²



Este arquipélago é sétima posição na seleção dos 10 menores países do mundo, e recebeu fama partindo de 1946, com os atóis de Bikini e Enewetak que foram palco a testes nucleares americanos em 12 anos.
No ano 1983, 23 anos após o começo da descontaminação, os Estados Unidos aceitaram fazer pagamento de indenizações aos habitantes da região, para compensar os danos gerados por explosões. Desde 1986 é um republica independente, com presidente próprio, porém é um estado livre associado aos Estados Unidos. Com expressivo grau de dependência econômica.


6° Liechtenstein – 160 km²



O príncipe Hans-Adam II é soberano do país, e surge em famosa lista da revista americana Forbes sendo terceiro governante mais rico. E o país é espremido em região com poucos recursos naturais, mas é campeão da ecologia, já que todas as florestas são locais de proteção ambiental e não existem indústrias de peso.

5° San Marino – 60.5 km²



De acordo com a tradição, este país, com localização no pico de calcário na área central da Itália, surgiu no século IV, com o grupo de cristãos estabelecendo-se e escapando de perseguição romana.
A partir de 1862, após a formação de atuais fronteiras da Itália, vários tratados confirmaram a independência do país.


4° Tuvalu – 24 km²



É um arquipélago localizado no Pacífico Sul que pode desaparecer pela subida no nível do mar. Tuvalu possui solos pobres para agricultura. E a situação piora com aumento do nível do oceano que contamina água potável, com plantações de coco prejudicadas, a grande fonte de renda de 11 mil habitantes, e a dependência de comida importada fica agravada.
A República de Tuvalu é localizada a meio caminho entre Austrália e Havaí, composta por quatro recifes de coral e cinco atóis


3° Nauru – 21.2 km²



Nauru é uma pequena ilha no Pacífico Sul. A sobrevivência da mesma é de exportação de guano, fosfato de cálcio formado por fezes solidificadas dos pássaros pré-históricos, que usavam a ilha de banheiro há milhares de anos.
E parte considerável do mineral, de cobertura de cerca de 70% da ilha, é trocado pela água importada, porque Nauru não tem nenhum rio ou nascente natural.


2° Mônaco – 1.95 km²



Mônaco ocupa uma estreita faixa na costa sul da França, com fronteiras polêmicas.
Há algumas mansões da região que tem a sala em Mônaco e o quarto na França. Somente 5 mil pessoas dos 30 mil habitantes nasceram ali, sendo os demais italianos, ingleses e franceses, que foram atraídos por glamour do famoso complexo de turismo.
Mônaco também tem um dos maiores salários mínimos do mundo.


1° Vaticano – 0.44 km²



O Vaticano é determinado um enclave religioso em Roma, capital da Itália, e são em torno de 900 habitantes, todos sendo membros de Igreja ou funcionários do clero.
A cidade apresenta sistema próprio de telefone, estação de rádio, sistema bancário, correio, batalhão de guardas suíços para segurança do papa desde 1506, e farmácias também.
Na compensação, os suprimentos como água, eletricidade, comida, e gás necessitam ser importados da Itália. E para conseguir manter-se, o país é dependente de doações de fiéis e de renda do turismo, já que o local é um dos pontos de maior visita do continente europeu.


Fonte: Top Mais
Fotos: A/D - Arquivo OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página